“A vida é uma preciosidade.
É o desabrochar das plantas na primavera, o amadurecimento das frutas no outono, o ritmo da terra e da natureza.
A vida é o canto das cigarras anunciando o fim do verão, são os pássaros migratórios rumo ao sul no límpido céu de outono, os peixes saltando em uma correnteza.
A vida é a alegria que a música nos inspira, o deslumbrante cenário do pico numa montanha avermelhada pelo brilho do raiar do sol, são miríades de combinações, intercâmbios de fenômenos perceptíveis e imperceptíveis.
A vida é tudo.”    (Daisaku Ikeda, pacifista e poeta, 89 anos).